PUBLICIDADE:




sábado, 24 de março de 2018

MOSSORÓ DE LUTO: MORRE JOSÉ MARIA DA BANCA DA REVISTA.

Foto/ Ricardo Lopes

A cidade de Mossoró ficou mais pobre durante este sábado 24 de Março, a cultura ficou desfalcada, com o falecimento do nosso amigo José Maria de Abreu, mais conhecido por "Zé Maria da Banca de Revista".


José Maria de Abreu nasceu no dia 08 de abril de 1939, no bairro Pereiros, cidade de Mossoró-RN; filho de José Jerônimo de Abreu e Maria das Dores de Abreu. Ele só estudou em sua casa, pois desde muito cedo começou a trabalhar, já aos seis anos de idade, quando começou a entregar bolos, com sua tia Josina.


Quando estava com seus doze anos começou com Barborsinha, que o mesmo tinha um comércio de bebidas e fazia a entrega em um jumento, onde permaneceu neste ramo por 16 anos.  Era casado com Maria das Dores da Conceição de Abreu, com quem teve duas filhas: Maria da Conceição e Eliana. Quando a mesma estava grávida do terceiro filho, na hora do parto não agüentou e veio a falecer, uma companheira fiel e amorosa. Suas filhas passaram a ser criadas por sua mãe. Anos mais tarde seu Zé Maria a conheceu outra morena, em um vesperal das Moças, que era apresentado no então Cine Pax, Maria José de Abreu, com quem teve cinco filhos, mas o mesmo perdeu três filhos. 


Após a saída de Barbosinha passou a trabalhar na Distribuidora Potiguar, quando a mesma o incentivou em criar uma banca de revistas na cidade, quando o mesmo colocou três  bancas, pelo centro de Mossoró, mais tarde trabalhou por sete anos e sete meses na então Casa da Revista de Mossoró. Por muitos anos permaneceu com sua Banca de Revista, ali em baixo da Câmara Municipal de Mossoró.


Créditos:  Lindomarcos / Relembrando Mossoró.