PUBLICIDADE:




sábado, 28 de julho de 2018

MOSSORÓ/RN: QUATRO PESSOAS ENTRE ELAS UMA MULHER GRÁVIDA FORAM MORTAS DURANTE A NOITE DE SEXTA FEIRA NA CIDADE.

Noite desta sexta-feira 27 de julho de 2018, o Centro Integrado de operações da polícia militar de Mossoró (Ciosp),  registrou 4 crimes de homicídio.




O primeiro crime aconteceu na comunidade da Maísa localizada na zona rural da cidade. A vítima identificada como e Iego Rafael Souza de Medeiros, 21 anos de idade, foi encontrado em uma estrada carroçável  crivado de balas. De acordo com informações policiais a vítima era usuária de drogas e a polícia não descarta a possibilidade de ter sido acerto de contas. De acordo com a perícia criminal, Iego Rafael foi alvejado com 4 tiros sendo dois na região da cabeça e dois na região torácica. Esse foi o homicídio de número 145 no ano de 2018.


O segundo caso aconteceu na área do bairro Belo Horizonte localizado na zona sul da cidade mais precisamente na Rua João Damásio. A vítima identificada como Naim Hilquias Gomes de Oliveira, 21 anos de idade, conhecido como "gato do mato", foi morto com vários disparos de arma de fogo em via pública. Ainda não há informações sobre a motivação do crime ou a identidade dos seus autores, haja Vista que no local impera a lei do silêncio. De acordo com os peritos do ITEP a vítima foi alvejada com vários tiros de três calibres diferentes. Hilquias já tinha passagens pela polícia (veja uma delas aqui). Esse foi o homicídio de número 146 no ano de 2018.


O terceiro e quarto caso foi registrado já no final da noite um duplo homicídio fato este ocorrido no bairro Alto da Conceição em um apartamento localizado na Rua Tiradentes nas proximidades da igreja católica. Foram vítimas   duas irmãs identificadas como Sheylla Mendonça Bezerra , 19 anos de idade (grávida de 8 meses) e Samira Mendonça Bezerra, 23 anos de idade, foram mortas a tiros. De acordo com informações policiais o principal suspeito de ter cometido o crime é o pai da criança que estava na barriga de Sheylla. O mesmo teria entrado no apartamento e teria praticado a ação criminosa. A mãe identificada como Sônia Maria Mendonça também foi baleada durante o ataque com um tiro de raspão na cabeça mas passa bem. Uma equipe do Samu foi acionada para o local e realizou o parto cesariano  e conduziu o bebê até a maternidade mas o mesmo não resistiu. De acordo com informações não oficiais, trata-se de um crime passional. Os homicídios de número 147/148 serão  investigados pela Delegacia da Mulher.